A grandeza da Meia-Leca

 

meia_lecaPor imaginarem que poderia estar engravidada, o despejo.

Da casa de sempre. E do coração usual. Por acaso, a Meia-Leca não acomodava no útero um braçado de crias mas, se as tivesse, seriam resultado do descuido e desamor.

Continua no abrigo, à espera. Como tantos. E no abreviado corpo, um peso maior de ternura.  Aviso: é criatura exageradamente amorosa e merece um colo especial.

Procuramos braços com afeição em demasia – algum par disponível?

O caso da Meia-Leca lembra a importância de esterilizarmos os nossos animais – é tão urgente o apoio de todos para continuarmos o nosso projeto de esterilização! Agradecemos muito. E eles também.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s